Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

Enquanto seu lobo não vem

Sobre as jornadas de junho
Jaldes Meneses
Nunca vou esquecer-me de junho de 2013. Fui a muitas passeatas, caminhadas e reuniões deste mês colorido e fabuloso. Estive no chão do assalto como se procurasse beijar a uma flor escondida. Vi ao meu lado, conversando comigo, o flaneur de Walter Benjamin (seu nome verdadeiro é Baudelaire em 1848, todos nós sabemos) e o gauche na vida de Drummond. Quanto ao jovem circunspecto, munido de uma cartolina e uma frase inteligente, não tive dúvidas: chama-se Guy Debord. Havia, numa encruzilhada da avenida, também um comício. Já sei: escutei palavras bonitas do novo Lênin do PSTU, quem sabe rumo à estação Finlândia?
Adiantei-me ao ritmo da passeata. Uma moça parecida a uma Lolita postava uma mensagem com foto no Facebook a amigos brasileiros em curso de férias em Londres. Nada pensei. Preferi ficar mudo e apreciar a beleza. Isto é a felicidade, pois Vinicius está fazendo 100 anos.
Voltei ao pelotão de trás. Os vândalos estavam munidos de seus coquetéis m…

O que é um golpe?

                                                                                                                            Jaldes Meneses
Haverá em curto e médio prazo (Keynes já dizia que em longo prazo estaremos todos mortos) a possibilidade de um golpe de Estado no Brasil? A cada momento de instabilidade e crise – como o das atuais mobilizações sociais de massas – a pergunta reaparece.

A pergunta tem cabimento porque a história republicana brasileira no século XX foi pródiga em golpes. A chamada “revolução” de 1930, por exemplo, se analisado a frio, foi uma conspiração vitoriosa, derrubando um governo eleito e outro prestes a tomar posse, embora carcomido, reprodutor de todas as mazelas do sistema político oligárquico da República Velha. Formalmente, ninguém pode negar que trinta não deixou de ser um golpe de Estado conduzido principalmente pelos tenentes – do tipo especial de golpes populares (Getúlio pegou um trem em Porto Alegre e foi saudado pelo povo nas cidades em que estaci…