Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

Hugo Chávez

Jaldes Reis de MenesesO tenente-coronel Hugo Chávez (1954-2013) morreu como em vida, atraindo multidões às ruas e dividindo opiniões. Para explicar os dilemas em vida do falecido presidente venezuelano, alguns insistem em recuperar a desgastada metáfora do labirinto de Gabriel García Márquez. O General do romance de García Márquez morreu decadente, ao passo que as exéquias de Chávez recuam no século XXI às imagens dos enterros de lideranças do passado na América Latina, a exemplo de Perón e Vargas. A comoção vivida na Venezuela derruba a opinião de que não haveria futuro ao regime sem a presença física de Chávez. As multidões nas ruas demonstram que o chavismo segue, e Chávez, parafraseando a carta-testamento de Vargas, saiu da vida e entrou na história.

Espécie de capitão Lamarca que deu certo, Chávez chegou ao poder despertando
 esperanças por que soube detectar o cerne da luta política venezuelana: o conflito distributivo entre os setores diretamente envolvidos na cadeia produtiva d…

Antecipação de campanhas

Jaldes Reis de Meneses
Um dos dogmas mais repetidos do manual do colunismo político desprovido de criatividade, repetindo o discurso de políticos que se fingem de santos na esfera pública e são verdadeiros satãs no gabinete privado, é de que as “antecipações de campanha” prejudicam os governos e beneficiam as oposições. Falam como jogador de futebol que estão “focados” na gestão (entretanto, só pensam “naquilo”). Ao príncipe, as batatas machadianas de Brás Cubas.

Nitidamente, ao inverso do dogma, a antecipação da campanha presidencial de 2014, beneficia o PT, que já escolheu no gabinete de seus estrategistas o campo e o adversário que pretende enfrentar em 2013: de preferência, uma eleição de poucos candidatos (admite-se no máximo PSOL, PSTU.) e polarizada com o PSDB de Aécio Neves, reiterando a clivagem política brasileira presente desde 1994. Novamente, vai se tentar por em julgamento a malfadada “herança maldita” de FHC. Ao PT, portanto, interessa implodir tanto as iniciativas de cri…